Resenha/Comentário: Educação a distância e precarização do trabalho docente

LAPA, Andrea; PRETTO, Nelson De Luca. Educação a distância e precarização do trabalho docente.
Em Aberto, Brasília, v. 23, n. 84, p. 79-97, nov. 2010

No referido artigo é tratado sobre os desafios dos professores frente à modalidade a distância, assim como os condicionantes para que os professores enfrentem esses desafios.

Dentre os desafios elencados e discutidos ao longo do artigo estão:
1) o planejamento dos cursos e a complexidade inerente a este;
2) a distância espaço-temporal entre professores e alunos;
3) as alterações do papel do professor;
4) as dificuldades de pensar/compreender que ensino, nessa modalidade, centra-se na formação de um aluno autônomo.

Ao levantar o terceiro desafio (a explosão do papel do professor) os autores trazem de forma sucinta e objetiva os diversos atores que passaram a integrar, de maneira direta ou indireta, o papel do professor, explicitando o “ideal” dessa relação para não se fazer um ensino “velho” com cara de novo.

Em seqüencia é tratado das políticas públicas que fomentam a EAD, com a criação e o estabelecimento da UAB como programa permanente vinculado a CAPES, e o quanto essas políticas enrijecem, e assim “deturpam”, as possíveis perspectivas que a inserção das TIC pode propiciar à educação.

O que esse artigo mais me chamou a atenção foi a relação explícita entre políticas públicas e essa modalidade historicamente recém nascida de educação. Relação que sempre existirá quando tratamos de educação. Contudo, mesmo como pesquisadores da área, nem sempre consideramo-las, deixando-nos levar por um certo conformismo com relação à escola como é concebida pelas atuais políticas públicas (que reflete nos parcos investimentos destinados à educação), conformismo que muitas vezes desconsidera que por trás de um projeto de educação sempre está um determinado projeto de sociedade.

Elizandro Maurício Brick

Sobre Elizandro M. Brick

Trabalho junto aos Designers Instrucionais dos Cursos de Física e Matemática a Distância da UFSC. Tambem sou mestrando do Programa de Pós Graduação em Educação Científica e Tecnológica da mesma Instituição. Tenho interesse no uso das TICs em Cursos de Formação de Professores, em compreender a natureza da modalidade a distância e as possibilidades de transposição da concepção freiriana a esta.
Esse post foi publicado em Artigos, Tese, Dissertações, Resenhas e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s